15 outubro 2015

[Resenha 92] O álbum // Timothy Lewis


O ÁlbumO álbum // Timothy Lewis
Novo Conceito // 240 páginas




Depois de uma overdose de Jamie McGuire vamos a uma resenha diferente.
Recebi esse livro da Editora Novo Conceito junto com vários outros que eu queria muito, e como tô numa maratona de provas e trabalhos na faculdade, resolvi ler esse primeiro porque era mais curtinho.
Nunca havia ouvido falar no livro até recebê-lo.
Vamos ver o que eu achei?


O livro


"Para Adam, negociante de objetos usados, a casa de Gabe Alexander é apenas uma propriedade que será esvaziada e vendida pelo maior lance. Entretanto, em meio às prateleiras repletas de relíquias, um álbum antigo atrai sua atenção. Nele há cartões-postais amarelados pelo tempo, escritos ao longo de 60 anos. Intrigado, Adam começa a lê-los: eles estão cheios de frases românticas e delicadas, as provas do amor incondicional entre Gabe e Pearl Alexander.
Gabe cuidava para que um cartão chegasse às mãos de Pearl todas as sextas-feiras. Cada um deles possui não apenas um poema, mas verdades preciosas sobre o cotidiano de um casal que viveu um sonho. A soma de todas essas verdades talvez responda perguntas que Adam se faz há muito tempo."

O livro se passa em dois tempos diferentes, contando no presente a história de Adam, um homem de 40 anos recém divorciado que ainda está tentando superar a dor da separação. Ele trabalha num tipo de brechó e encontra um álbum antigo e amarelado, repleto de cartões postais enviados por anos a fio de Gabe Alexander para Huck Huckabee. E a outra parte se passa no passado contando a história dos dois e como surgiu a tradição dos cartões postais e as declarações contidas nele. Achei que lembra um pouco uma parte do livro "Uma longa jornada", onde uma parte da história é contada através de cartas antigas.
Eu sou meio suspeita para falar, porque, embora nem um pouco romântica, confesso que sou fã de cartas.
Sempre fui adepta dos bilhetinhos, cartões e cartas e tenho uma caixa cheia delas trocadas entre mim e minhas amigas ao longo dos anos, e nessa nossa época onde tudo é virtual e pouco fica guardado, acho lindo quem ainda aprecia e mantém o envio de cartas. 
Enfim, Intrigado com o amor puro e lindo do casal, ele acha que juntando as peças que faltam nesse álbum, ele talvez encontre o que precisa para resolver a sua vida amorosa. Ele quer descobrir a "fórmula" do casal para manter por 60 anos um amor tão lindo. Então ele vai atrás de Yevette, a filha da mulher que foi por anos empregada dos Alexanders e ela conta detalhe por detalhe do que sabe do relacionamento do casal. Gabe e Huck se apaixonaram a primeira vista e precisaram confiar no poder do amor e ter fé na existência de almas gêmeas e anjo da guarda, pois só isso explica como conseguiram superar ciúmes, inseguranças, egoísmo.
Confesso que o começo do livro foi bem maçante e parado, demorei uns dias para engatar na história, sempre lia um pouco e caia no sono. Mas a mensagem por trás da história é linda e eu, como boa fã de romances de época, adoro a forma como as histórias de amor antigas são contadas, de uma forma pura e delicada. 
O álbum de cartões e a história de amor de Gabe e Huck são como um guia, um anjo da guarda no nascer da relação entre Adam e Yevette. Apesar dela ter a vida pessoal pouco descrita no livro, percebe-se que assim como Adam, ela não tinha mais esperanças no amor e esse foi o pontapé inicial que os uniu.
Esse livro é ótimo para reforçar nossa crença em que o amor verdadeiro existe sim e sem todo esse conto de fadas mostrado nos filmes, mas sim algo que ultrapassa dificuldades e se fortalece com o tempo.
Apesar de achar meio "chatinho" e que o autor poderia ter feito muitas coisas interessantes com a história, é um livro ótimo. Minha avó leu e adorou e inclusive comprou pra dar de presente.
Depois vou pesquisar outros títulos do autor e se algo me interessar, volto aqui contando.





2 comentários:

  1. oi flor,
    esse foi um livro que não sai da minha cabeça! que por mais que eu leia outros sempre me volto nele por algum motivo, a história é muuuuuuuuuuuuuito intensa!
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei da história, achei muito bonita. Mas não foi meu favorito

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...