20 agosto 2015

[Resenha 75] O lado bom da vida // Matthew Quick


O lado bom da vida // Matthew Quick
Intrínseca // 256 páginas




Resenha um pouquinho fora do horário, normalmente eu posto a tarde, mas passei o dia no hospital =(
Tive que tomar umas vacinas pra um estágio que vou iniciar e tive reação alérgica a uma delas e fiquei mal. Aproveitei pra terminar o livro enquanto tava de molho na emergência
Mas tô aqui, então vamos lá?!



Minha opinião

90% dos filmes adaptados, eu só vejo após ler o livro, e eu fico que nem uma retardada no cinema comentando uma vírgula que seja que esteja diferente. Minhas amigas até fogem de ver esse tipo de filme comigo. Porém esse, eu vi primeiro o filme. Eu tenho uma mania de todos os anos, baixar todos os filmes indicados às premiações e assistir e depois assistir a toda a temporada de premiações com a minha avó. Então nesse embalo que eu assisti a esse filme. E não tava esperando muita coisa dele não, mas acabei o filme com a cara inchada de tanto chorar. Achei maravilhoso... até que fui ler o livro. Consegue ser AINDA MELHOR. Que livro fantástico, consegue fazer você achar o filme que é PERFEITO, ruim. Você consegue imaginar perfeitamente os detalhes e a personalidade do personagem descritos no livro. Eu me apeguei, me identifiquei e sofri junto com o Patt a cada página.

A trama

O livro conta a história de Patt People, um ex-professor universitário, que acaba de sair de um tempo internado em uma instituição psiquiátrica. Abalado pelo choque, ele não consegue se recordar do que fez para ter ido parar nesse "lugar ruim". Separado de sua esposa Nikki e sem entender os motivos pelo qual ela quis "um tempo afastado", ele vê como objetivo melhorar para conseguir reconquistar seu amor. Assim, ele vai como num quebra-cabeça, montando sua história com fragmentos do que tem na memória, enfrentando uma realidade dura comparada a que ele lembrava. O pai se recusa a confiar nele novamente, a ex-esposa não quer vê-lo e pede uma ordem de restrição e seus amigos o consideram maluco. Baseado numa meta de positividade, de ver o lado bom da vida e viciado em exercícios físicos para extravasar seus sentimentos, ele conhece nesse meio tempo Tiffani, uma menina com uma realidade muito parecida com a sua e que entende todas as suas esquisitices, e que vai mostrar pra ele que o final feliz pode ser muito diferente do que ele imagina.

Resultado de imagem para o lado bom da vida


Os personagens

Vemos no livro um "diário" de Patt, seus sentimentos, suas confusões, seus pensamentos, a transformação de acordo com seu entendimento gradual da sua real situação psicológica. Como ele começa agir ao perceber que tem um problema e que precisa trata-lo e como ele sofre por não conseguir se lembrar do que fez para estar enfrentando tantas consequências ruins em sua vida. Como ele evita se aproximar de Tiffani e como ele se culpa por estar se interessando por outra mulher, enquanto na sua cabeça, ele permanece casado, e tudo que ela tenta fazer para reconquista sua ex-mulher mas que acaba atingindo mais a Tiffani. Vemos também como Tiffani é ao mesmo tempo parecida e diferente de Patt, e que talvez ela seja a solução para a melhora de Patt. E como ele reluta em se aproximar e criar intimidade, enquanto vê que ela faz bem para ele e para sua tão complicada rotina. Podemos ver o quão preconceituosa e supersticiosa é sua família e como isso afeta diretamente a vida de Patt.
É impossível terminar o livro sem se colocar no lugar dos personagens e sem se apaixonar e querer matar cada um deles a cada página lida. Recomendo a leitura do livro bem como o filme. É o tipo de livro que eu leria mais de uma vez.





18 comentários:

  1. Olá *-*
    Primeira parabéns pela resenha! Amei! Eu já vi o filme e ame amei amei, porém não dava muito para o livro (não sei pq sendo que o livro é sempre melhor). Mas depois da sua resenha, quero o livro pra ontem haha! Adorei!
    Beijos, Nathália
    https://livrosdagarotavermelha.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é MUITO melhor, deixa o livro, que já é bom, no chinelo

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Ola Gabriela lindona menina eu já tentei ler esse livro mas não adianta não fluiu, tentei ver o filme também não me prendeu atenção. Então nem insisti mais, mas fico feliz em saber que para você funcionou e apreciou a leitura. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, que pena... mas, num futuro não muito distante, tenta dar mais uma chance!

      Excluir
  4. Fiz o mesmo que vc, assisti o filme e depois li o livro e assim concordo com vc em numero, gênero e grau. É uma história linda que vou levar com carinho pra vida. Aprendi muito com Patt
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Esse livro parece ser ótimo e depois dessa resenha tudo que mais quero é lê-lo hahahaha.
    Amei teu blog flor, já estou seguindo!
    Beijos,
    www.estantedorefugio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu assisti o filme e não gostei, achei chato =/ Por esse motivo eu tô relutando para ler o livro, mas acho que darei uma oportunidade a leitura sim.
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, eu amei TANTO o filme... vê na tpm que melhora! hahahaha

      Excluir
  7. Nossa! Resenha muito legal. Não assisti o filme, nem li o livro, mas fiquei morrendo de vontade de ler. E ele está lá na minha prateleira, só me esperando. Valeu pela dica. bjs

    https://valisedepalavras.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então passa logo ele na frente, é pequenininho, da pra ler em um/dois dias

      Excluir
  8. Olá,
    Ainda não li esse livro, mas sempre vejo resenhas positivas sobre ele. Gosto de histórias envolventes que nos faz se colocar no lugar dos personagens, acho a trama dele bem interessante. Pretendo ler
    Bjus!!!
    http://lendoaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oiiiie
    Eu adooro esse livro e o filme, o Pat é um personagem que m cativou muito haha adorei sua resenha.

    Beijos
    Reality of Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada flor... também, queria ele pra mim (se possivel O Bradley)

      Excluir
  10. Oi flor,
    Espero que esteja melhor. Então somente assisti ao filme e gostei bastante adorei a parte em que ele joga o livro pela janela, juro que tem alguns que eu ja pensei em fazer isso.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha Patt me representa quando eu leio aquele livro q o autor mata o personagem principal...

      Excluir
  11. Oi, tudo bem?
    Eu também prefiro ler o livro antes de ver o filme, e reparo cada detalhe, rs, embora não me irrite quando tem mudanças (se essas foram positivas). E no caso de O lado bom da vida fiz o mesmo que você, só que pela metade, porque vi o filme primeiro, mas o depois não veio, pois ainda não li o livro, rs. Gostei muito do filme, em especial a primeira parte, que mostra o drama do Patt. Depois virou muito comédia romântica pro meu gosto. Adorei saber que o livro é muito melhor, e ele me aprece mais profundo também
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...