25 junho 2015

[Resenha 63] Claros sinais de loucura // Karen Harrington


Claros sinais de loucura // Karen Harrington
Intrínseca // 256 páginas



Semana de aniversário de um ano do blog.. êêêê!!
Então pra comemorar, resenha de um livro que é muito queridinho meu.







Minha opinião

Ganhei esse livro da editora, e achei a capa fofinha. Fui ler a sinopse da contra capa, e gostei da premissa do livro. Então resolvi ler.. e acabei em 4 horas.
É um livro que conta o ponto de vista de Sarah Nelson, uma menina de 12 anos que aos 2 anos de idade, foi vítima de uma tentativa de afogamento por parte de sua mãe, e seu pai desde então tornou-se alcoólatra e passou a ser relapso com a criação da menina. Na tentativa de fugir dos olhos da mídia e das fofocas, eles vivem se mudando de cidade, até que descobrem sobre o ocorrido, o que os leva a procurar outra cidade novamente.


A trama

Após sua mãe tentar afoga-la quando pequena, e ser internada em uma clinica psiquiátrica com problemas mentais, seu pai se entrega ao alcoolismo e negligência a criação da filha. 
Então para tentar se manter sã, Sarah escreve cartar para Atticus Finch, o advogado do livro "O Sol é para todos", seu favorito.
Durante a história, ela tentar narrar seus dias em forma de cartas, para assim, tentar identificar em seu comportamento, algum indicio de que ela também possa vir a ser "maluca", assim como sua mãe.
Então o livro mostra o desencadear dessa procura, enquanto ela entra na pré-adolescência, colégio novo, amigos novos. Nós entramos na mente de Sarah, conforme o livro narra suas conversas com sua melhor amiga, uma planta, e suas cartas para Atticus, escritas em seu diário. A personagem é envolvente e cativante, e eu achei esse livro APAIXONANTE.


Os personagens

A história é narrada em primeira pessoa, pela Sarah Nelson, e ela descreve suas cartas para Atticus, suas conversas com sua planta, seus pensamentos, suas dúvidas, e junto com ela, o leitor tentar encontrar indícios de que Sarah não tem os problemas psicológicos de seus pais. Ela tem uma lista chamada de "palavras-problema", que são palavras que fazem seu pai sair do sério e procurar um copo de bebida, e ela procura evita-las ao longo de sua vida. Durante várias descobertas, Sarah precisa cuidar do pai e lidar com o trauma que a segue.






11 comentários:

  1. Heey!
    Já faz algum tempo que quero ler esse livro hahah, a história parece ser encantadora ^^
    Parabéns pelo blog!!
    Abraços =)
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
  2. Oi Gabriela..
    Acredita que estou conhecendo o livro agora?
    Gostei muito da trama e até fiquei com vontade de ler, muito boa a dica.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que resenha mas amor <3
    tenho curiosidade em ler o livro, só faltava o chute inicial, irei ler, já foi pro desejados *-*
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu fiquei bem interessada nesse livro, mas nada que me faça comprar desesperadamente, até porque a fila de leitura anda bem grande. Uma amigona minha leu e não gostou, mas não sabe se foi porque achou ruim mesmo ou se estava num momento meio sem paciência pra leitura. Mesmo assim isso não me desanimou, continuo querendo ler.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Olaa
    Adorei sua resenha e tenho curiosidade desde que lançou, espero ler em breve curtir bastante.

    Beijos
    Reality of Books

    ResponderExcluir
  6. Olá... tudo bem?
    Não fiquei interessada no livro e nem gostei da capa... devo confessar que temos um problema aqui de uma garota que se viu sozinha desde que se entende por gente. Eu sempre falo para a minha filha que se não precisássemos de pais não precisaríamos nascer deles... eu fico louca da vida quando vejo uma situação assim... da criança ou adolescente viver com o papel de pais e serem responsáveis por eles... caramba... isso não pode acontecer... fico pra morrer com uma situação assim... aff. Xero!

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bom?
    Eu lembro quando a Intrínseca comentou desse livro na turnê. A narrativa parece ser intensa por causa da protagonista e da loucura que está impregnada na sua vida, mas não seria um livro que eu leria no momento.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi! Eu li este livro faz pouco tempo e adorei, as histórias contadas por crianças tendem a me fazer ver a vida com outros olhos, pois os pequenos têm uma visão tão inocente e sem malícia que acabo vendo a forma como os adultos são complicados. Por conta deste livro eu decidi ler O sol é para todos.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  9. oi, tudo bem?
    Tenho muita vontade de ler esse livro, parece ser ótima, e gosto quando os narradores são personagens mais novos. Ele não está na minha lista de prioridades de aquisição, mas se eu ver numa promo muito boa, compro na hora!
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Ei, tudo bem?
    Sou louca para ler esse livro, principalmente porque tem uma opinião muito boa acerca dele. A para é muito fofinha, e dá mais vontade de lê-lo.


    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem? Gostei muito de conhecer um pouco sobre este livro. A trama parece ser bem emocionante e eu fiquei bem curiosa para ler e me emocionar.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...